Programa da Bolsa Familia


 


Aumento Bolsa Família 2019

Confira as informações atualizadas e saiba se haverá aumento Bolsa Família em 2019

Especulações referentes aos possíveis aumentos do Bolsa Família são comuns: todos os anos, os economistas e os beneficiários aguardam as notícias de reajuste desse benefício social.

A situação não é diferente em 2019: desde os últimos meses do ano passado são questionadas as possibilidades de aumento no valor. Fique sabendo aqui se o Bolsa Família terá reajuste em 2019.


Como funciona o Bolsa Família?

Trata-se de um benefício pago pelo Ministério do Desenvolvimento Social às famílias consideradas em situação de extrema pobreza ou pobreza: isso significa que elas têm renda per capita inferior a R$ 178,00.

As famílias em questão podem ser de todas as regiões do Brasil e podem ter qualquer configuração.

O benefício é sacado na Caixa Econômica Federal ou nas casas lotéricas e representantes Caixa Aqui.

O saque é mensal e pode ser acumulado por até 90 dias, lembrando que o cidadão pode optar por uma poupança Caixa Fácil e receber o Bolsa Família diretamente nela, deixando a quantia que quiser.

Aumento Bolsa Família 2019


Como se cadastrar no Bolsa Família?

A participação no Bolsa Família depende da inscrição no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS): depois dessa etapa, ele manda as informações das famílias para o Ministério do Desenvolvimento Social, que avalia tudo e dá uma resposta em até 90 dias.

Os documentos para a inscrição no Bolsa Família são:

  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Carteira de trabalho;
  • Documento de identidade;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Atestado de frequência escolar para menores de idade;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • CPF;
  • Título de eleitor.
Clique aqui para ler o post completo

Valor Bolsa Família 2019

Confira neste texto todas as informações atualizadas sobre o valor Bolsa Família 2019; saiba também quem tem direito a receber o benefício


O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é, seguramente, o programa de benefício social com mais pessoas inscritas. Na realidade, ele é um programa-base, já que a maioria dos que são beneficiados por outros primeiro se cadastram no Bolsa Família.

As pessoas beneficiadas recebem determinada quantia mensal de acordo com a sua situação familiar e com a renda per capita. Normalmente, as famílias são retiradas do programa no caso de a sua renda aumentar: há bolsas de estudos concedidas pelo Governo, por exemplo, para ajudar na perspectiva financeira.

Quase 14.000.000 de núcleos familiares já foram ajudados e, mensalmente, novas famílias são incluídas. O Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e a Caixa Econômica Federal são os órgãos públicos que cooperam com o Governo Federal para que a renda seja distribuída.

Valor Bolsa Família 2019


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

No geral, esse programa é para as pessoas questão em condição de extrema pobreza ou de pobreza, significando que elas precisam ter renda per capita de até R$ 178,00. Sendo assim, as famílias que querem saber se podem solicitar esse benefício têm de somar toda a renda e dividir pela quantidade de indivíduos da residência: se for maior que R$ 178,00, não há direito.

Também só podem requisitar o Bolsa Família aqueles que estão no Cadastro Único, ressaltando-se que seus dados familiares precisam estar atualizados. Na eventualidade de essa atualização ser de mais de 24 anos, o benefício não pode ser pedido.… Clique aqui para ler o post completo

Calendário Bolsa Família 2019

Você está procurando o calendario bolsa familia 2019? Veja a programação de pagamentos completa e saiba quando você poderá fazer os saques


O Bolsa Família é um sistema de ajuda social que vigora no Brasil desde 2003, tendo como objetivo trazer mais renda para os cidadãos que estejam em situação de pobreza e extrema pobreza.

O programa tem abrangência nacional, beneficiando pessoas de acordo com a renda per capita e também de acordo com a quantidade de membros da família.


Tipos de benefícios do Bolsa Família

Existem dois tipos de Bolsa Família: um que é chamado de variável e o outro, chamado de básico.

O variável diz respeito aos núcleos familiares que podem ter mudanças em breve, como quando há uma criança pequena ou então uma gestante. Nesse caso, é possível receber até R$ 205,00 mensais (requisitando até cinco benefícios, que são de R$ 41,00).

Outro tipo de benefício variável é o referente ao jovem, que deverá ter idade entre os 16 anos e os 17. Nesse caso, a família pode requisitar até R$ 96,00: na realidade, são até dois benefícios que, unitariamente, são de R$ 48,00 mensais. Também há mais modalidades de benefício variável, como o destinado a quem está amamentando.

Com relação ao benefício que fixo, ele possui o valor de R$ 89,00 mensais.


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

Se a renda per capita for maior que R$ 89,00 mensais, é possível se inscrever somente se houver alguém com até 17 anos na família.… Clique aqui para ler o post completo

Décimo terceiro do Bolsa Família

Um dos principais pedidos dos beneficiários do Bolsa Família está prestes a ser confirmado pelo governo: estamos falando sobre o décimo-terceiro do Bolsa Família.

Se tudo acontecer como o esperado, o pagamento adicional deve ser anunciado em abril de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro.

O 13º do Bolsa Família foi uma promessa de campanha de Bolsonaro, e já vinha sido preparado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra.

“Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra em entrevista à Agência Brasil, em março.

Já Bolsonaro voltou a falar sobre o tema no dia 5 de abril. Em transmissão ao vivo por uma rede social, o presidente confirmou o pagamento do benefício.

“Vou adiantar um item aqui que é o décimo-terceiro do Bolsa Família. Lá atrás o PT negou no Senado o projeto que tratava desse assunto, então nós resolvemos aqui pelo Executivo, e o décimo-terceiro do Bolsa Família será anunciado na semana, para atingir diretamente os mais necessitados”, revelou.

Endossando o que havia sido revelado pelo ministro Osmar Terra, o presidente mencionou que os recursos estimados em R$ 2,5 bilhões para pagar o décimo-terceiro sairão do combate às fraudes do próprio Bolsa Família.

“De onde virá o recurso? Do combate à fraude. Porque existe muita fraude, então continua esse trabalho cansativo porque tem que pegar um a um, fazer cruzamento, mas está dando resultado e o décimo-terceiro está garantido para o pessoal do Bolsa Família no final do ano”, esclareceu.… Clique aqui para ler o post completo

Como descobrir o número do NIS do Bolsa Família

O NIS é o Número de Identificação Social composto por 11 dígitos. Ele funciona como o seu registro para o Bolsa Família e também para outros programas sociais do governo. Ele é como se fosse o “CPF do Bolsa Família”. Todas as operações que você realizar estarão ligadas a esse número. Você receberá o seu NIS quando o gestor do município aprovar o seu cadastro.

Onde encontrar o NIS

nis-bolsa-familia

Cartão do Bolsa Família

Em até 30 dias após sua aprovação, você receberá o Cartão do Bolsa Família com o Número do NIS. Ele fica localizado logo abaixo do nome do Responsável Familiar. O cartão apresenta 13 números, mas apenas os 11 primeiros correspondem ao NIS. Os outros dois restantes fazem referência à via do cartão (01 para primeira via, 02 para segunda via, e assim por diante).

cartao-bolsa-familia-nis

Cartão do Cidadão

Se você já tinha o Cartão do Cidadão antes de ser aprovado no Bolsa Família, então o seu NIS será o número que está registrado no Cartão do Cidadão. Essa sequência de numerais que aparece nele é mesma do seu PIS. Assim como acontece com o Cartão do Bolsa Família, somente os 11 primeiros dígitos são do NIS. Os outros dois são da via do cartão.

cartao-cidadao-nis

Os números do PIS e do NIS são unificados para que você possa receber os benefícios através do mesmo registro.

Consultar o NIS pela internet


Você pode verificar o seu NIS de forma simples e rápida aqui mesmo no site Programa Bolsa da Família.… Clique aqui para ler o post completo

Como participar Bolsa Família Silvio Santos

Confira as regras do programa e saiba o que é necessário para participar do Bolsa Família Silvio Santos

Quase todos os brasileiros desejam um dinheiro a mais para realizar determinado sonho, investir, etc.

Além disso, muitos querem conhecer o apresentador Sílvio Santos e ter a possibilidade de ganhar prêmios consideravelmente caros.

Tudo isso acontece de uma só vez para quem participa do programa Bolsa Família do Silvio Santos.

Esse quadro existe no seu programa dominical, que fica no ar das 20h até meia noite, e já recebeu muitos participantes.

Aprenda aqui como participar do Bolsa Família do SBT e tudo a respeito dessa atração.


Quais são os prêmios do Bolsa Família do Silvio Santos?

As famílias podem ganhar até meio milhão de reais, além de prêmios como:

  • Helicóptero de controle remoto;
  • Rádio;
  • Notebook;
  • Relógio masculino;
  • Tablet;
  • Panela elétrica;
  • Batedeira;
  • Smartphone;
  • Bicicleta;
  • Relógio infantil;
  • Barbeador elétrico;
  • Câmera fotográfica;
  • Liquidificador;
  • Cafeteira;
  • Máquina de costura;
  • TV;
  • iPod;
  • Kits da marca de cosméticos Jequiti.

Destaca-se que os participantes não precisam escolher entre um dos prêmios listados: eles podem levar vários deles, dependendo das bolsas que sortearem; aliás, esse sorteio será explicado a seguir.

Não se sabe as marcas dos prêmios que são oferecidos: a não ser do iPod, que é fabricado unicamente pela Apple, a mesma fabricante dos iPhones.

Porém, mesmo sem o nome específico da marca, sabe-se que os produtos dados no Bolsa Família do Sílvio Santos são de boa qualidade.

Como participar Bolsa Família Silvio Santos


Como funciona o Bolsa Família do Sílvio Santos

Os membros da família que podem participar do jogo são os pais, filhos e avós, totalizando quatro pessoas.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o Cartão Material Escolar GDF

Muitas pessoas têm significativa dificuldade na hora de comprar os materiais escolares, ainda que sejam os mais básicos.

Todavia, esses materiais são fundamentais para que as crianças e adolescentes possam aprender devidamente e o Governo do Distrito Federal tem uma forma de ajudar esses cidadãos: é o Cartão Material Escolar.

Veja todos os detalhes sobre esse cartão e que famílias podem recebe-lo.


Para quem o Cartão Material Escolar GDF é liberado?

Esse cartão só é emitido a famílias que colocaram seus filhos na educação pública até 20 de fevereiro, com a obrigatoriedade também de elas serem assistidas pelo Bolsa Família.

Isso quer dizer que a renda per capita máxima será de R$ 178,00, além de esses menores de idade estarem com as suas vacinas em ordem e terem 75% ou mais de frequência escolar.

Como funciona o Cartão Material Escolar GDF


Como funciona o Cartão Material Escolar GDF

Diversos estabelecimentos no Distrito Federal têm parceria com a Secretaria de Educação e, por isso, recebem o pagamento no CME (Cartão Material Escolar).

Existe uma lista pré-definida de coisas que essa família pode comprar, de acordo com a série escolar das suas crianças e jovens.

Todos os usuários do Cartão Material Escolar GDF que estejam no ensino médio podem gastar até R$ 240,00; os estudantes que estiverem no ensino fundamenta têm uma lista maior de materiais e, devido a isso, podem gastar até R$ 320,00.

Escolhendo todos os materiais, basta mostrar o cartão, salientando-se que a bandeira dele é a VISA.

A Secretaria da Educação do Distrito Federal manda para a família beneficiada a senha do cartão, e o tempo máximo para usá-lo é de 45 dias.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o empréstimo do Bolsa Família

A principal finalidade do programa Bolsa Família é oferecer às pessoas em situação de pobreza ou extrema pobreza uma ajuda financeira e social.

Além de os auxiliados receberem até R$ 300,00 por mês, eles também têm a sua saúde monitorada, assim como a frequência escolar dos possíveis menores de idade.

O que pouca gente sabe é que o Bolsa Família também oferece empréstimo aos seus beneficiários. Ele é possível em situações especiais, e este texto ensinará como ele funciona.


O que é o empréstimo do Bolsa Família?

O empréstimo do Bolsa Família é chamado também de microcrédito, e trata-se de uma quantia extra de dinheiro para as famílias que querem começar um negócio ou que já têm um pequeno empreendimento.

O Ministério do Desenvolvimento Social libera até R$ 15.000,00 para os beneficiários e, mesmo se tratando de um programa social, existem juros.

O governo federal determina de quanto serão os juros desse empréstimo considerando em quantas parcelas o beneficiário pagará, qual é o montante total e a faixa de renda do indivíduo.

Como funciona o empréstimo do Bolsa Família


Quem pode pedir o empréstimo do Bolsa Família?

O empréstimo do Bolsa Família só é permitido para pessoas que já sejam assistidas pelo Bolsa Família e o Ministério do Desenvolvimento Social também avalia se:

  • Os menores de idade da família são regulares na escola (exceto os que têm idade inferior a 6 anos);
  • Se a renda familiar fica abaixo de R$ 170,00;
  • Se as mulheres da família participam das atividades do governo federal que favorecem a sua saúde.
Clique aqui para ler o post completo

Como funciona a pesagem do Bolsa Família

Se você tem dúvidas sobre a pesagem do Bolsa Família, acompanhe as orientações deste artigo e veja como funciona o procedimento

Para muitos, o objetivo do Bolsa Família é apenas ajudar nas necessidades financeiras dos cidadãos na extrema pobreza ou pobreza.

Contudo, o programa do Ministério do Desenvolvimento Social tem outros objetivos além desse: de fato, o principal é garantir que as famílias tenham melhores condições de vida, inclusive educação e estejam bem nutridas.

Para acompanhar o último quesito existe a pesagem do Bolsa Família, que é um procedimento feito nos postos de saúde, na maioria das vezes.

Essa atividade visa mostrar ao MDS que o dinheiro pago mensalmente está sendo empregado no que é mais essencial: alimentação de qualidade.

É claro que o benefício também pode ser usado pelos cidadãos para outros tipos de despesa; todavia, a boa alimentação precisa ser a prioridade para todos os assistidos, especialmente se há menores de idade, grávidas ou lactantes.

Saiba agora as informações mais importantes sobre a pesagem do Bolsa Família.


Como dar entrada no Bolsa Família

Cidadãos de todos os Estados pode pedir o benefício com os documentos abaixo:

  • Comprovante de renda atualizado;
  • Documento de identidade oficial com foto;
  • Comprovante de endereço;
  • CPF;
  • Carteira de trabalho;
  • Declaração de frequência escolar para os menores de idade;
  • Título de eleitor

Deve-se levar os documentos acima relacionados ao CRAS da cidade ou à Prefeitura por um dos responsáveis pela família.

Porém, o Bolsa Família só pode ser requerido por quem tem renda per capita máxima de R$ 178,00.… Clique aqui para ler o post completo

Quem tem direito ao Cartão Mais Infância

As políticas de assistência social têm grande importância em todos os governos e, no Ceará, existe um programa de transferência de renda específico chamado de Cartão Mais Infância.

Os cidadãos voltaram a recebê-lo em fevereiro de 2019 e dezenas de milhares de famílias já foram ajudadas, enquanto outras ainda têm benefícios a casar.

Aprenda tudo sobre o Cartão Mais Infância Ceará agora.


Quais são os benefícios do Cartão Mais Infância?

O cartão em si permite que as beneficiárias saquem R$ 89,00 todos os meses; entretanto, o Mais Infância é bastante amplo e tem outros tipos de assistência às crianças.

Incluindo a criação de brinquedoteca pública: essa obra foi disponibilizada à população no final de 2018 como parte desse programa social.

Seu objetivo era oferecer um bom ambiente para que as crianças cearenses desenvolvam suas habilidades, inclusive a convivência saudável.

É claro que por causa da difícil condição financeira, muitas dessas crianças não têm brinquedos em casa e a brinquedoteca também funciona como um espaço de lazer.

Pessoas de vários municípios participam do programa Mais Infância Ceará e, por isso, podem receber o cartão.

Sempre que uma cidade ganha novas beneficiárias, o site do Governo do Estado faz uma breve matéria contando-o: os mais recentes foram Jijoca, Crateús e Independência.

Quem tem direito ao Cartão Mais Infância


Como as beneficiárias podem utilizar o Cartão Mais Infância?

O Governo do Estado do Ceará não determina a forma como o benefício deve ser gasto; todavia, é claro que seu uso deve ser para suprir as necessidades das crianças da família, como:

  • Compra de alimentos;
  • Compra de remédios;
  • Compra de material escolar;
  • Compra de sapatos e de roupas

As famílias podem usar o benefício para comprar brinquedos também, já que as crianças precisam desenvolver o lado lúdico.… Clique aqui para ler o post completo