Programa da Bolsa Familia


 


Aumento Bolsa Família 2019

Confira as informações atualizadas e saiba se haverá aumento Bolsa Família em 2019

Especulações referentes aos possíveis aumentos do Bolsa Família são comuns: todos os anos, os economistas e os beneficiários aguardam as notícias de reajuste desse benefício social.

A situação não é diferente em 2019: desde os últimos meses do ano passado são questionadas as possibilidades de aumento no valor. Fique sabendo aqui se o Bolsa Família terá reajuste em 2019.


Como funciona o Bolsa Família?

Trata-se de um benefício pago pelo Ministério do Desenvolvimento Social às famílias consideradas em situação de extrema pobreza ou pobreza: isso significa que elas têm renda per capita inferior a R$ 178,00.

As famílias em questão podem ser de todas as regiões do Brasil e podem ter qualquer configuração.

O benefício é sacado na Caixa Econômica Federal ou nas casas lotéricas e representantes Caixa Aqui.

O saque é mensal e pode ser acumulado por até 90 dias, lembrando que o cidadão pode optar por uma poupança Caixa Fácil e receber o Bolsa Família diretamente nela, deixando a quantia que quiser.

Aumento Bolsa Família 2019


Como se cadastrar no Bolsa Família?

A participação no Bolsa Família depende da inscrição no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS): depois dessa etapa, ele manda as informações das famílias para o Ministério do Desenvolvimento Social, que avalia tudo e dá uma resposta em até 90 dias.

Os documentos para a inscrição no Bolsa Família são:

  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Carteira de trabalho;
  • Documento de identidade;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Atestado de frequência escolar para menores de idade;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • CPF;
  • Título de eleitor.
Clique aqui para ler o post completo

Valor Bolsa Família 2019

Confira neste texto todas as informações atualizadas sobre o valor Bolsa Família 2019; saiba também quem tem direito a receber o benefício


O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é, seguramente, o programa de benefício social com mais pessoas inscritas. Na realidade, ele é um programa-base, já que a maioria dos que são beneficiados por outros primeiro se cadastram no Bolsa Família.

As pessoas beneficiadas recebem determinada quantia mensal de acordo com a sua situação familiar e com a renda per capita. Normalmente, as famílias são retiradas do programa no caso de a sua renda aumentar: há bolsas de estudos concedidas pelo Governo, por exemplo, para ajudar na perspectiva financeira.

Quase 14.000.000 de núcleos familiares já foram ajudados e, mensalmente, novas famílias são incluídas. O Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e a Caixa Econômica Federal são os órgãos públicos que cooperam com o Governo Federal para que a renda seja distribuída.

Valor Bolsa Família 2019


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

No geral, esse programa é para as pessoas questão em condição de extrema pobreza ou de pobreza, significando que elas precisam ter renda per capita de até R$ 178,00. Sendo assim, as famílias que querem saber se podem solicitar esse benefício têm de somar toda a renda e dividir pela quantidade de indivíduos da residência: se for maior que R$ 178,00, não há direito.

Também só podem requisitar o Bolsa Família aqueles que estão no Cadastro Único, ressaltando-se que seus dados familiares precisam estar atualizados. Na eventualidade de essa atualização ser de mais de 24 anos, o benefício não pode ser pedido.… Clique aqui para ler o post completo

Calendário Bolsa Família 2019

Você está procurando o calendario bolsa familia 2019? Veja a programação de pagamentos completa e saiba quando você poderá fazer os saques


O Bolsa Família é um sistema de ajuda social que vigora no Brasil desde 2003, tendo como objetivo trazer mais renda para os cidadãos que estejam em situação de pobreza e extrema pobreza.

O programa tem abrangência nacional, beneficiando pessoas de acordo com a renda per capita e também de acordo com a quantidade de membros da família.


Tipos de benefícios do Bolsa Família

Existem dois tipos de Bolsa Família: um que é chamado de variável e o outro, chamado de básico.

O variável diz respeito aos núcleos familiares que podem ter mudanças em breve, como quando há uma criança pequena ou então uma gestante. Nesse caso, é possível receber até R$ 205,00 mensais (requisitando até cinco benefícios, que são de R$ 41,00).

Outro tipo de benefício variável é o referente ao jovem, que deverá ter idade entre os 16 anos e os 17. Nesse caso, a família pode requisitar até R$ 96,00: na realidade, são até dois benefícios que, unitariamente, são de R$ 48,00 mensais. Também há mais modalidades de benefício variável, como o destinado a quem está amamentando.

Com relação ao benefício que fixo, ele possui o valor de R$ 89,00 mensais.


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

Se a renda per capita for maior que R$ 89,00 mensais, é possível se inscrever somente se houver alguém com até 17 anos na família.… Clique aqui para ler o post completo

Décimo terceiro do Bolsa Família

Um dos principais pedidos dos beneficiários do Bolsa Família está prestes a ser confirmado pelo governo: estamos falando sobre o décimo-terceiro do Bolsa Família.

Se tudo acontecer como o esperado, o pagamento adicional deve ser anunciado em abril de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro.

O 13º do Bolsa Família foi uma promessa de campanha de Bolsonaro, e já vinha sido preparado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra.

“Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra em entrevista à Agência Brasil, em março.

Já Bolsonaro voltou a falar sobre o tema no dia 5 de abril. Em transmissão ao vivo por uma rede social, o presidente confirmou o pagamento do benefício.

“Vou adiantar um item aqui que é o décimo-terceiro do Bolsa Família. Lá atrás o PT negou no Senado o projeto que tratava desse assunto, então nós resolvemos aqui pelo Executivo, e o décimo-terceiro do Bolsa Família será anunciado na semana, para atingir diretamente os mais necessitados”, revelou.

Endossando o que havia sido revelado pelo ministro Osmar Terra, o presidente mencionou que os recursos estimados em R$ 2,5 bilhões para pagar o décimo-terceiro sairão do combate às fraudes do próprio Bolsa Família.

“De onde virá o recurso? Do combate à fraude. Porque existe muita fraude, então continua esse trabalho cansativo porque tem que pegar um a um, fazer cruzamento, mas está dando resultado e o décimo-terceiro está garantido para o pessoal do Bolsa Família no final do ano”, esclareceu.… Clique aqui para ler o post completo

Como descobrir o número do NIS do Bolsa Família

O NIS é o Número de Identificação Social composto por 11 dígitos. Ele funciona como o seu registro para o Bolsa Família e também para outros programas sociais do governo. Ele é como se fosse o “CPF do Bolsa Família”. Todas as operações que você realizar estarão ligadas a esse número. Você receberá o seu NIS quando o gestor do município aprovar o seu cadastro.

Onde encontrar o NIS

nis-bolsa-familia

Cartão do Bolsa Família

Em até 30 dias após sua aprovação, você receberá o Cartão do Bolsa Família com o Número do NIS. Ele fica localizado logo abaixo do nome do Responsável Familiar. O cartão apresenta 13 números, mas apenas os 11 primeiros correspondem ao NIS. Os outros dois restantes fazem referência à via do cartão (01 para primeira via, 02 para segunda via, e assim por diante).

cartao-bolsa-familia-nis

Cartão do Cidadão

Se você já tinha o Cartão do Cidadão antes de ser aprovado no Bolsa Família, então o seu NIS será o número que está registrado no Cartão do Cidadão. Essa sequência de numerais que aparece nele é mesma do seu PIS. Assim como acontece com o Cartão do Bolsa Família, somente os 11 primeiros dígitos são do NIS. Os outros dois são da via do cartão.

cartao-cidadao-nis

Os números do PIS e do NIS são unificados para que você possa receber os benefícios através do mesmo registro.

Consultar o NIS pela internet


Você pode verificar o seu NIS de forma simples e rápida aqui mesmo no site Programa Bolsa da Família.… Clique aqui para ler o post completo

Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF

Veja como funciona o processo para dar agendar Cadastro Único no Sedes DF

O Cadastro Único é um meio usado pelo governo federal, notoriamente pelo Ministério do Desenvolvimento Social, para ter controle sobre as pessoas com frágil situação financeira e que recebem assistência.

Por meio desse cadastro, os governantes do país conseguem contabilizar quantos brasileiros, mais ou menos, estão em situação precária e também fornecer a eles outros benefícios para alavancar todas as áreas da sua vida.

Com o Cadastro Único, por exemplo, o governo federal comunica às faculdades quem tem necessidade de isenção na taxa de vestibular.

Determinados projetos de moradia também têm como prioridade as pessoas que estão inseridas nesse cadastro.

Veja neste artigo como funciona o agendamento para Cadastro Único pelo SEDES DF.

Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF


Benefícios do Cadastro Único

O agendamento para Cadastro Único na Secretaria Estadual do Desenvolvimento Social (SEDES) do Distrito Federal é o primeiro passo para os cidadãos dessa região terem direito a vários benefícios.

Antes, contudo, é indicado salientar que o CadÚnico está disponível também nas SEDES de outros Estados.

A seguir, fique informado (a) sobre todos os benefícios sociais que poderá pedir se for aprovado no CadÚnico.

Auxílio emergencial financeiro

Destinado a agricultores, o auxílio emergencial financeiro garante respaldo caso haja problemas referentes à seca ou a chuvas excessivas.

Aposentadoria para pessoas de baixa renda

Esse é um benefício financeiro destinado às famílias com dois salários mínimos ou menos, e também aos indivíduos que não possuem renda.

Isenção de taxa em concursos públicos

Permitindo ao cidadão prestar qualquer concurso do país gratuitamente

Descontos de pagamento na conta de luz

Com o Cadastro Único ativo, o cidadão pode ter os descontos da Tarifa Social de Energia Elétrica.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o programa Escola da Família

Conheça as regras do programa Escola da Família e saiba como fazer a inscrição

Quem mora no Estado de São Paulo, com certeza, já encontrou alguma escola pública aberta durante o final de semana.

Se essas pessoas entrarem nas escolas, verão gente praticando esporte, fazendo atividades artísticas, tendo aulas de reforço e participando de muito mais coisas gratuitas.

Tudo isso existe por causa do programa Escola da Família do Governo de SP, e o seu funcionamento será explicado neste texto.

Como funciona o programa Escola da Família


Qual é a função do programa Escola da Família SP?

O programa Escola da Família foi desenvolvido com o intuito de dar opções de entretenimento e aprendizagem gratuitos às crianças e aos jovens que moram no Estado de São Paulo, bem como às suas famílias.

Tanto os alunos de cada escola quanto outras pessoas da comunidade podem participar das diversas atividades sempre que quiserem.

Com esse programa do governo, os profissionais que querem ensinar um esporte, uma atividade artística e outras coisas ganham uma oportunidade, e podem inserir a experiência em seu currículo na forma de atividades complementares.


Editais do programa Escola da Família

O programa Escola da Família lança editais no site das diretorias de ensino e da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

Normalmente, os editais publicados na Diretoria de Ensino são para profissionais como coordenadores e diretores: é com eles que a comunidade atendida pelo programa recebe informações, faz reclamações e tira dúvidas.

Já os editais do FDE costumam ser para selecionar estudantes que desejem desenvolver atividades na Escola da Família aos finais de semana.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona a consulta do Bolsa Família por CPF

Confira as informações a aprenda a fazer a consulta Bolsa Família CPF

O Brasil possui um número preocupante de pessoas em situação de pobreza ou extrema pobreza, sendo cidadãos que têm dificuldade para as suas necessidades básicas.

Para a assistência deles, foi criado o Bolsa Família, um programa que serve para transferir renda mensalmente a essas pessoas, além de disponibilizar outros tipos de benefícios.

Se sua família está inscrita no PBF, veja neste artigo como funciona a consulta do Bolsa Família por CPF.


Por que é importante fazer a consulta do Bolsa Família por CPF?

Por que é importante fazer a consulta do Bolsa Família por CPF?

A consulta do Bolsa Família por CPF possibilita a quem solicitou essa assistência confirmar se já está classificada como beneficiária.

Essa informação costuma ser procurada por pessoas que já levaram seus documentos ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e está aguardando a avaliação do Ministério do Desenvolvimento Social sobre o seu pedido.

Outras pessoas que fazem a consulta do Bolsa Família por CPF são as já beneficiarias, mas que estavam sob risco de ter o benefício suspenso.

Esses cidadãos podem usar a consulta mencionada para saber se o MDS já efetuou a suspensão e, caso ela tenha sido feita e o beneficiário recorreu, se os depósitos já estão reativados.


Quem tem direito a receber Bolsa Família?

Na maioria das vezes, a consulta do Bolsa Família por CPF é efetuada por que tem interesse no benefício, e essas pessoas precisam ter renda per capita que não passe de R$ 178,00.

É simples confirmar isso: deve-se fazer a soma de todas as rendas oficiais da família e dividir pelo número de indivíduos que vivem juntos.… Clique aqui para ler o post completo

Como fazer empréstimo com cartão do Bolsa Família

Consulte as regras e entenda o que é necessário par fazem empréstimo com cartão Bolsa Família

O Cartão Bolsa Família é concedido pela Caixa Econômica Federal às pessoas que são beneficiadas pelo programa de transferência de renda.

Esses beneficiários fazem uso do cartão quando desejam consultar o saldo no caixa eletrônico (caso sejam correntistas da Poupança Fácil), para fazer saque e até mesmo para pedir um empréstimo especial.

Fique sabendo neste texto como fazer empréstimo com cartão Bolsa Família.


Como funciona o empréstimo com cartão do Bolsa Família

Como fazer empréstimo com cartão do Bolsa Família

O empréstimo com cartão do Bolsa Família foi criado com a intenção de impulsionar possíveis negócios que esses beneficiários queiram abrir.

Inclusive, tornar-se um empreendedor pode ser o primeiro passo para que essas pessoas deixem de necessitar do Bolsa Família, coisa que é o objetivo principal do governo federal.

O beneficiário também pode pedir o empréstimo Bolsa Família se estiver com muitas contas que precise quitar: pode se tratar de um problema de saúde, pode ser devido a algum problema extra na casa, etc.


Valores do empréstimo com cartão do Bolsa Família

O empréstimo com cartão do Bolsa Família é de, no máximo, R$ 15.000,00.

No entanto, os solicitantes devem se lembrar de que há cobrança de juros mensais, cuja porcentagem é determinada de acordo com a renda per capita e alguns outros critérios, como valor total.


Quem pode pedir empréstimo com cartão Bolsa Família?

O empréstimo com cartão do Bolsa Família só é liberado para pessoas que atendam aos seguintes requisitos:

  • Estejam regularmente beneficiadas pelo programa de transferência de renda;
  • Possuam um fiador;
  • Possam comprovar a sua renda, ou seja, elas precisam trabalhar além de receber o Bolsa Família;
  • Permitam que um fiscal conheça a sua residência

O motivo de um fiscal precisar ir à casa do beneficiário é a confirmação de que aquele indivíduo, de fato, vive em condição de vulnerabilidade.… Clique aqui para ler o post completo

Pagamento Bolsa Família setembro 2019

Confira as informações sobre o pagamento Bolsa Família setembro 2019 e consulte as datas para fazer o saque do benefício


Os beneficiários com cadastro ativo Bolsa Família já vivem a expectativa pela liberação do pagamento correspondente ao mês de setembro.

Seguindo as regras do programa, a liberação dos valores é feita sempre nos últimos 10 dias úteis do mês; dessa forma, em setembro os saques serão liberados no período entre 17 e 30.

Quem tem NIS final 1 começa sacando a partir do dia 17, quem tem NIS final 2 pode sacar a partir do dia 18, e assim por diante.

Logo mais abaixo você poderá conferir o calendário completo.


Valores do Bolsa Família setembro 2019

Os benefícios seguem com os mesmos valores em relação a julho de 2019. Abaixo você pode consultar as quantias utilizadas como base. Vale lembrar que o pagamento varia de acordo com a situação da família.

Benefício básico

  • Valor: R$ 89
  • Limite de valor por família:R$ 205

Benefício Variável de 0 a 15 anos

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável à Gestante

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável Nutriz

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável Jovem

  • Valor: R$ 49,00
  • Limite de valor por família: 2 benefícios, totalizando R$ 98.

Benefício para Superação da Extrema Pobreza

  • Valor: variável, a partir de R$ 90

Caso tenha dúvidas sobre o pagamento, você também pode utilizar o aplicativo para consultar o valor a receber e o saldo do Bolsa Família.… Clique aqui para ler o post completo