Programa da Bolsa Familia


 


Aumento Bolsa Família 2019

Confira as informações atualizadas e saiba se haverá aumento Bolsa Família em 2019

Especulações referentes aos possíveis aumentos do Bolsa Família são comuns: todos os anos, os economistas e os beneficiários aguardam as notícias de reajuste desse benefício social.

A situação não é diferente em 2019: desde os últimos meses do ano passado são questionadas as possibilidades de aumento no valor. Fique sabendo aqui se o Bolsa Família terá reajuste em 2019.


Como funciona o Bolsa Família?

Trata-se de um benefício pago pelo Ministério do Desenvolvimento Social às famílias consideradas em situação de extrema pobreza ou pobreza: isso significa que elas têm renda per capita inferior a R$ 178,00.

As famílias em questão podem ser de todas as regiões do Brasil e podem ter qualquer configuração.

O benefício é sacado na Caixa Econômica Federal ou nas casas lotéricas e representantes Caixa Aqui.

O saque é mensal e pode ser acumulado por até 90 dias, lembrando que o cidadão pode optar por uma poupança Caixa Fácil e receber o Bolsa Família diretamente nela, deixando a quantia que quiser.

Aumento Bolsa Família 2019


Como se cadastrar no Bolsa Família?

A participação no Bolsa Família depende da inscrição no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS): depois dessa etapa, ele manda as informações das famílias para o Ministério do Desenvolvimento Social, que avalia tudo e dá uma resposta em até 90 dias.

Os documentos para a inscrição no Bolsa Família são:

  • Comprovante de endereço atualizado;
  • Carteira de trabalho;
  • Documento de identidade;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Atestado de frequência escolar para menores de idade;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • CPF;
  • Título de eleitor.
Clique aqui para ler o post completo

Valor Bolsa Família 2019

Confira neste texto todas as informações atualizadas sobre o valor Bolsa Família 2019; saiba também quem tem direito a receber o benefício


O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é, seguramente, o programa de benefício social com mais pessoas inscritas. Na realidade, ele é um programa-base, já que a maioria dos que são beneficiados por outros primeiro se cadastram no Bolsa Família.

As pessoas beneficiadas recebem determinada quantia mensal de acordo com a sua situação familiar e com a renda per capita. Normalmente, as famílias são retiradas do programa no caso de a sua renda aumentar: há bolsas de estudos concedidas pelo Governo, por exemplo, para ajudar na perspectiva financeira.

Quase 14.000.000 de núcleos familiares já foram ajudados e, mensalmente, novas famílias são incluídas. O Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e a Caixa Econômica Federal são os órgãos públicos que cooperam com o Governo Federal para que a renda seja distribuída.

Valor Bolsa Família 2019


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

No geral, esse programa é para as pessoas questão em condição de extrema pobreza ou de pobreza, significando que elas precisam ter renda per capita de até R$ 178,00. Sendo assim, as famílias que querem saber se podem solicitar esse benefício têm de somar toda a renda e dividir pela quantidade de indivíduos da residência: se for maior que R$ 178,00, não há direito.

Também só podem requisitar o Bolsa Família aqueles que estão no Cadastro Único, ressaltando-se que seus dados familiares precisam estar atualizados. Na eventualidade de essa atualização ser de mais de 24 anos, o benefício não pode ser pedido.… Clique aqui para ler o post completo

Calendário Bolsa Família 2019

Você está procurando o calendario bolsa familia 2019? Veja a programação de pagamentos completa e saiba quando você poderá fazer os saques


O Bolsa Família é um sistema de ajuda social que vigora no Brasil desde 2003, tendo como objetivo trazer mais renda para os cidadãos que estejam em situação de pobreza e extrema pobreza.

O programa tem abrangência nacional, beneficiando pessoas de acordo com a renda per capita e também de acordo com a quantidade de membros da família.


Tipos de benefícios do Bolsa Família

Existem dois tipos de Bolsa Família: um que é chamado de variável e o outro, chamado de básico.

O variável diz respeito aos núcleos familiares que podem ter mudanças em breve, como quando há uma criança pequena ou então uma gestante. Nesse caso, é possível receber até R$ 205,00 mensais (requisitando até cinco benefícios, que são de R$ 41,00).

Outro tipo de benefício variável é o referente ao jovem, que deverá ter idade entre os 16 anos e os 17. Nesse caso, a família pode requisitar até R$ 96,00: na realidade, são até dois benefícios que, unitariamente, são de R$ 48,00 mensais. Também há mais modalidades de benefício variável, como o destinado a quem está amamentando.

Com relação ao benefício que fixo, ele possui o valor de R$ 89,00 mensais.


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

Se a renda per capita for maior que R$ 89,00 mensais, é possível se inscrever somente se houver alguém com até 17 anos na família.… Clique aqui para ler o post completo

Décimo terceiro do Bolsa Família

Um dos principais pedidos dos beneficiários do Bolsa Família está prestes a ser confirmado pelo governo: estamos falando sobre o décimo-terceiro do Bolsa Família.

Se tudo acontecer como o esperado, o pagamento adicional deve ser anunciado em abril de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro.

O 13º do Bolsa Família foi uma promessa de campanha de Bolsonaro, e já vinha sido preparado pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra.

“Está tudo certo, estamos negociando com o ministro Paulo Guedes [Economia]. Uma parte [dos recursos] virá do Orçamento [Geral da União], que será revisto, e a outra parte, menor, virá do pente-fino [no programa] que a gente quer aprofundar”, afirmou Terra em entrevista à Agência Brasil, em março.

Já Bolsonaro voltou a falar sobre o tema no dia 5 de abril. Em transmissão ao vivo por uma rede social, o presidente confirmou o pagamento do benefício.

“Vou adiantar um item aqui que é o décimo-terceiro do Bolsa Família. Lá atrás o PT negou no Senado o projeto que tratava desse assunto, então nós resolvemos aqui pelo Executivo, e o décimo-terceiro do Bolsa Família será anunciado na semana, para atingir diretamente os mais necessitados”, revelou.

Endossando o que havia sido revelado pelo ministro Osmar Terra, o presidente mencionou que os recursos estimados em R$ 2,5 bilhões para pagar o décimo-terceiro sairão do combate às fraudes do próprio Bolsa Família.

“De onde virá o recurso? Do combate à fraude. Porque existe muita fraude, então continua esse trabalho cansativo porque tem que pegar um a um, fazer cruzamento, mas está dando resultado e o décimo-terceiro está garantido para o pessoal do Bolsa Família no final do ano”, esclareceu.… Clique aqui para ler o post completo

Como descobrir o número do NIS do Bolsa Família

O NIS é o Número de Identificação Social composto por 11 dígitos. Ele funciona como o seu registro para o Bolsa Família e também para outros programas sociais do governo. Ele é como se fosse o “CPF do Bolsa Família”. Todas as operações que você realizar estarão ligadas a esse número. Você receberá o seu NIS quando o gestor do município aprovar o seu cadastro.

Onde encontrar o NIS

nis-bolsa-familia

Cartão do Bolsa Família

Em até 30 dias após sua aprovação, você receberá o Cartão do Bolsa Família com o Número do NIS. Ele fica localizado logo abaixo do nome do Responsável Familiar. O cartão apresenta 13 números, mas apenas os 11 primeiros correspondem ao NIS. Os outros dois restantes fazem referência à via do cartão (01 para primeira via, 02 para segunda via, e assim por diante).

cartao-bolsa-familia-nis

Cartão do Cidadão

Se você já tinha o Cartão do Cidadão antes de ser aprovado no Bolsa Família, então o seu NIS será o número que está registrado no Cartão do Cidadão. Essa sequência de numerais que aparece nele é mesma do seu PIS. Assim como acontece com o Cartão do Bolsa Família, somente os 11 primeiros dígitos são do NIS. Os outros dois são da via do cartão.

cartao-cidadao-nis

Os números do PIS e do NIS são unificados para que você possa receber os benefícios através do mesmo registro.

Consultar o NIS pela internet


Você pode verificar o seu NIS de forma simples e rápida aqui mesmo no site Programa Bolsa da Família.… Clique aqui para ler o post completo

Como fazer empréstimo com cartão do Bolsa Família

Consulte as regras e entenda o que é necessário par fazem empréstimo com cartão Bolsa Família

O Cartão Bolsa Família é concedido pela Caixa Econômica Federal às pessoas que são beneficiadas pelo programa de transferência de renda.

Esses beneficiários fazem uso do cartão quando desejam consultar o saldo no caixa eletrônico (caso sejam correntistas da Poupança Fácil), para fazer saque e até mesmo para pedir um empréstimo especial.

Fique sabendo neste texto como fazer empréstimo com cartão Bolsa Família.


Como funciona o empréstimo com cartão do Bolsa Família

Como fazer empréstimo com cartão do Bolsa Família

O empréstimo com cartão do Bolsa Família foi criado com a intenção de impulsionar possíveis negócios que esses beneficiários queiram abrir.

Inclusive, tornar-se um empreendedor pode ser o primeiro passo para que essas pessoas deixem de necessitar do Bolsa Família, coisa que é o objetivo principal do governo federal.

O beneficiário também pode pedir o empréstimo Bolsa Família se estiver com muitas contas que precise quitar: pode se tratar de um problema de saúde, pode ser devido a algum problema extra na casa, etc.


Valores do empréstimo com cartão do Bolsa Família

O empréstimo com cartão do Bolsa Família é de, no máximo, R$ 15.000,00.

No entanto, os solicitantes devem se lembrar de que há cobrança de juros mensais, cuja porcentagem é determinada de acordo com a renda per capita e alguns outros critérios, como valor total.


Quem pode pedir empréstimo com cartão Bolsa Família?

O empréstimo com cartão do Bolsa Família só é liberado para pessoas que atendam aos seguintes requisitos:

  • Estejam regularmente beneficiadas pelo programa de transferência de renda;
  • Possuam um fiador;
  • Possam comprovar a sua renda, ou seja, elas precisam trabalhar além de receber o Bolsa Família;
  • Permitam que um fiscal conheça a sua residência

O motivo de um fiscal precisar ir à casa do beneficiário é a confirmação de que aquele indivíduo, de fato, vive em condição de vulnerabilidade.… Clique aqui para ler o post completo

Pagamento Bolsa Família agosto 2019

Confira as informações sobre o pagamento Bolsa Família agosto 2019 e consulte as datas para fazer o saque do benefício


Os beneficiários com cadastro ativo Bolsa Família já vivem a expectativa pela liberação do pagamento correspondente ao mês de agosto.

Seguindo as regras do programa, a liberação dos valores é feita sempre nos últimos 10 dias úteis do mês; dessa forma, em agosto os saques serão liberados no período entre 19 e 30.

Quem tem NIS final 1 começa sacando a partir do dia 19, quem tem NIS final 2 pode sacar a partir do dia 10, e assim por diante.

Logo mais abaixo você poderá conferir o calendário completo.


Valores do Bolsa Família agosto 2019

Os benefícios seguem com os mesmos valores em relação a julho de 2019. Abaixo você pode consultar as quantias utilizadas como base. Vale lembrar que o pagamento varia de acordo com a situação da família.

Benefício básico

  • Valor: R$ 89
  • Limite de valor por família:R$ 205

Benefício Variável de 0 a 15 anos

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável à Gestante

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável Nutriz

  • Valor: R$ 41,00
  • Limite de valor por família:5 benefícios, totalizando R$ 205.

Benefício Variável Jovem

  • Valor: R$ 49,00
  • Limite de valor por família: 2 benefícios, totalizando R$ 98.

Benefício para Superação da Extrema Pobreza

  • Valor: variável, a partir de R$ 90

Caso tenha dúvidas sobre o pagamento, você também pode utilizar o aplicativo para consultar o valor a receber e o saldo do Bolsa Família.… Clique aqui para ler o post completo

Como consultar o número do Bolsa Família

Você precisa descobrir seu número do Bolsa Família? Neste texto nós mostramos todas as opções disponíveis para você fazer a consulta

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) tem o papel de assistir às necessidades de todos os cidadãos brasileiros, especialmente as de quem têm alto grau de necessidade e de vulnerabilidade.

Uma das medidas para isso é o programa Bolsa Família, que foi lançado no início do anos 2000 e que repassa ajuda financeira a milhões de pessoas todos os meses.

Esse programa abrange todas as regiões do Brasil e qualquer pessoa pode consultar a quantidade de cadastrados.

Os beneficiários também podem consultar o número do Bolsa Família; se você recebe o benefício, descubra neste texto como fazer essa consulta.


O que é o número do Bolsa Família?

O que é o número do Bolsa Família?

Consultar o número do Bolsa Família é o mesmo que consultar o NIS (Número de Identificação Social).

Este é o número que o MDS solicita para o cadastro das pessoas nesse programa de assistência e também é o número com o qual todas as informações referentes ao benefício são acessadas.

Com o número do Bolsa Família, dá para saber se o responsável em questão teve o benefício social autorizado e a sua condição: se ele está suspenso, se está regularizado, se existe convocação para recadastramento, etc.


Quais são as opções para consultar o número do Bolsa Família?

Consulta Cidadão

Para consultar o número do Bolsa Família, é indicado usar a página da Consulta Cidadão, desenvolvida Ministério do Desenvolvimento Social.… Clique aqui para ler o post completo

Qual é o limite de salário para receber o Bolsa Família?

Confira as informações atualizadas e entenda como funciona o limite de salário para Bolsa Família

Os cidadãos que têm baixa condição financeira são instruídos pelos órgãos de assistência social da sua cidade a solicitar o Bolsa Família: desde o seu surgimento, novas famílias são cadastradas todos os dias, recebendo R$ 89,00 mensais, no mínimo.

Para essa assistência, porém, existe um limite de salário e, neste artigo, ele será explicado: o que ele é, como o governo federal faz o cálculo e quais são as faixas de benefício.


O que é o limite de salário para receber Bolsa Família?

O limite de salário para receber Bolsa Família é a renda per capita máxima que o solicitante precisa ter.

É com a avaliação dessa renda (ou do limite de salário) que o Ministério do Desenvolvimento Social determina quem terá o Bolsa Família aprovado.

O termo “limite de salário” sempre deve ser entendido pelo requerente, portanto, como a divisão de toda a renda pelo número de familiares.

Qual é o limite de salário para receber o Bolsa Família?


Qual é o limite de salário para receber Bolsa Família?

O limite de salário para receber Bolsa Família é dividido em dois tipos:

  • R$ 178,00, o que caracteriza a situação de pobreza;
  • R$ 89,00, o que caracteriza a situação de extrema pobreza

Pensado em uma família com cinco integrantes, o limite de salário para quem está em condição de pobreza seria de R$ 890,00.

Se a família tiver apenas isso de renda mensal, terá a possibilidade de pedir o Bolsa Família. Para ser classificada como “extrema pobreza”, essa mesma família com cinco integrantes precisa que seu provedor receba mensalmente R$ 445,00.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o agendamento do CRAS SP para Cadastro Único

Confira as orientações e saiba o que é necessário para fazer agendamento CRAS SP para atendimento do Cadastro Único

O Cadastro Único é uma espécie de inventário no qual o governo federal relaciona todas as pessoas que recebem assistência social.

Provavelmente, o programa público mais associado ao CadÚnico seja o Bolsa Família e todos os interessados precisam se apresentar ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

Suas unidades estão em vários lugares de São Paulo e, na capital, os cidadãos podem agendar o atendimento para CadÚnico pela Internet.

Veja aqui como realizar o agendamento.


Programas sociais relacionados ao CadÚnico

A família que faz parte do Cadastro Único do governo federal pode solicitar participação em vários programas:

  • Bolsa Família – principal programa de complemento de renda do governo federal
  • Tarifa Social de Energia Elétrica – com ela, as famílias vulneráveis têm kWh à disposição e sua conta de energia fica mais baixa;
  • Minha Casa Minha Vida – uma iniciativa nacional na área da habitação, tem o objetivo de oferecer financiamentos de imóveis residenciais mais acessíveis;
  • Aposentadoria para pessoas de baixa renda – permite que o cidadão pague contribuição previdenciária mais baixa;
  • Isenção de taxa para os participantes de concursos públicos, vestibulares ou ENEM;
  • Carteira do Idoso – permite que os cidadãos com idade mínima de 60 anos tenham descontos e, viagens interestaduais ou viagem de graça.

Como funciona o agendamento do CRAS SP para Cadastro Único


Como funciona o CRAS

O CRAS é um serviço público que a população usa para dar entrada em programas sociais e para receber auxílio em várias esferas, inclusive psicológica.… Clique aqui para ler o post completo