Aumento do Bolsa Família 2017 é cancelado

Após ser anunciado pelo governo em maio, o aumento do Bolsa Família 2017 foi cancelado. A decisão foi tomada na última quinta-feira (29), em reunião entre o presidente Michel Temer e o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. O motivo da suspensão é a falta de verba suficiente para cobrir os custos do reajuste.


O plano inicial era conceder 4,6% de acréscimo nos pagamentos dos beneficiários a partir de julho. “Vai ter reajuste em julho acima da inflação. É uma decisão. Tem que ver quanto vai ser a inflação em 12 meses para a gente poder fixar o valor”, afirmou Osmar Terra em maio, quando o aumento para 2017 havia sido confirmado.

Na ocasião, o ministro afirmou que o governo já tinha um orçamento de R$ 30 milhões reservado. Esse dinheiro seria destinado especialmente para o incremento dos benefícios do Bolsa Família.

Aumento do Bolsa Família 2017 é cancelado

No entanto, agora em junho, a equipe econômica de Temer indicou que a concessão do aumento neste momento seria prejudicial aos cofres públicos, pois os gastos com o programa de complemento de renda poderiam comprometer as contas do governo para 2018.

Com a mudança inesperada, o anúncio do aumento foi suspenso e não se sabe quando haverá um novo reajuste para as famílias inscritas no Bolsa Família. O último acréscimo foi concedido em julho de 2016.

Você acabou de conferir informações sobre o cancelamento do aumento do Bolsa Família 2017. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E se você tiver alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *