Bolsa Família será antecipado para famílias em situação de emergência

As famílias dos municípios do sul do país que estão em situação de emergência terão o pagamento do Bolsa Família de junho adiantado. A medida foi divulgada nesta segunda-feira (12), pelo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, em visita a Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


“Nos municípios que estão em estado de emergência vamos antecipar o pagamento do Bolsa Família em 15 dias e ver a liberação de cesta de alimentos”, revelou Terra. De acordo com o ministro, essas ações devem ser adiantadas em Brasília a partir de terça-feira (13).

Bolsa Família será antecipado para famílias em situação de emergência

Santa Catarina e Rio Grande do Sul são os estados mais atingidos pelas fortes chuvas que atingiram o país nas últimas semanas. Para amenizar o impacto dos estragos provocados pelas cheias, o governo federal decidiu antecipar o benefício para as cidades que decretaram situação de emergência.

Pelo lado gaúcho, Uruguaiana deve ter R$ 1 milhão liberados antes das datas estabelecidas pelo calendário do Bolsa Família. Já as cidades catarinenses de Agronômica, Abdon Batista, Lages e São José também estão incluídas na lista das mais atingidas pelas enchentes, e devem ter os saques liberados com antecedência para as famílias cadastradas no programa.

“São famílias mais vulneráveis, mais pobres, os indígenas, quilombolas, esses nós vamos dar um tratamento especial, antecipando o Bolsa Família e até vendo a questão em determinados casos de cestas de alimentos pra eles”, disse o ministro.

Você acabou de conferir informações sobre a antecipação do pagamento do Bolsa Família. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso você tenha alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *