Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF

Veja como funciona o processo para dar agendar Cadastro Único no Sedes DF

O Cadastro Único é um meio usado pelo governo federal, notoriamente pelo Ministério do Desenvolvimento Social, para ter controle sobre as pessoas com frágil situação financeira e que recebem assistência.

Por meio desse cadastro, os governantes do país conseguem contabilizar quantos brasileiros, mais ou menos, estão em situação precária e também fornecer a eles outros benefícios para alavancar todas as áreas da sua vida.

Com o Cadastro Único, por exemplo, o governo federal comunica às faculdades quem tem necessidade de isenção na taxa de vestibular.

Determinados projetos de moradia também têm como prioridade as pessoas que estão inseridas nesse cadastro.

Veja neste artigo como funciona o agendamento para Cadastro Único pelo SEDES DF.

Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF


Benefícios do Cadastro Único

O agendamento para Cadastro Único na Secretaria Estadual do Desenvolvimento Social (SEDES) do Distrito Federal é o primeiro passo para os cidadãos dessa região terem direito a vários benefícios.

Antes, contudo, é indicado salientar que o CadÚnico está disponível também nas SEDES de outros Estados.

A seguir, fique informado (a) sobre todos os benefícios sociais que poderá pedir se for aprovado no CadÚnico.

Auxílio emergencial financeiro

Destinado a agricultores, o auxílio emergencial financeiro garante respaldo caso haja problemas referentes à seca ou a chuvas excessivas.

Aposentadoria para pessoas de baixa renda

Esse é um benefício financeiro destinado às famílias com dois salários mínimos ou menos, e também aos indivíduos que não possuem renda.

Isenção de taxa em concursos públicos

Permitindo ao cidadão prestar qualquer concurso do país gratuitamente

Descontos de pagamento na conta de luz

Com o Cadastro Único ativo, o cidadão pode ter os descontos da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Com ela, as empresas de energia elétrica abaixam o custo da conta mensal da família, mas, em troca, o proprietário do imóvel deve reduzir o seu consumo de kWh.

Cadastro no Bolsa Família

Estar inserido no Cadastro Único da SEDES DF ou de qualquer outro Estado dá direito a muitos outros benefícios, sem se esquecer de que o mais famoso deles é o Bolsa Família.

Por meio dele, as famílias cuja renda mensal per capita fica até R$ 178,00 recebem entre R$ 89,00 de R$ 300,00 para suprir as suas despesas.

Fazendo parte do Bolsa Família, inclusive, os cidadãos são beneficiados também com melhor acompanhamento médico.

O motivo é que o governo federal exige que as grávidas cadastradas no programa social façam seu pré-natal de forma rigorosa, e existe até pesagem semestral para as crianças.


Como funciona o agendamento para Cadastro Único pelo SEDES DF

O Cadastro Único SEDES DF é realizado por um estabelecimento público específico: o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

O cidadão precisa comparecer ao CRAS, mesmo sem agendamento, e informar que deseja ser incluído no Cadastro Único.

Para isso ser possível, o cidadão precisará explicar a sua condição financeira e social e fornecer documentos que possam respaldar o que ele contar.

Os documentos básicos que a SEDES DF pedirá são:

  • Comprovante de residência;
  • CPF;
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Título de eleitor;
  • Documento oficial de identidade com foto;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • Carteira de trabalho

Quase certamente, a SEDES DF também pedirá os documentos dos menores de idade que façam parte da família.

Vale lembrar que há distribuição de um número limitado de senhas no começo de cada mês.


Cadastro Único no SEDES DF para programas sociais

Teoricamente, o agendamento para Cadastro Único no SEDES DF não quer dizer que o cidadão está efetivamente em algum programa social: somente que ele se tornou elegível para um deles.

Na prática, entretanto, quem se cadastra no CadÚnico acaba simultaneamente já solicitando sua inscrição em algum programa social.

Na maioria das vezes, o indivíduo procura a SEDES DF para entrar no Cadastro Único justamente porque tem necessidade do Bolsa Família ou de assistências de outro tipo.

Assim, quem comparece à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social do DF pode imediatamente dizer de qual programa de assistência quer participar.


Condições para manter o cadastro ativo em programas sociais

Condições para manter o cadastro ativo em programas sociais

Após o agendamento para Cadastro Único no SEDES DF, o cidadão terá de esperar pela confirmação do benefício por parte do Ministério do Desenvolvimento Social.

Enquanto aguarda, é recomendado que ele pesquise quais são os critérios para continuar no programa social escolhido.

Por exemplo: a pessoa que entra no CadÚnico para receber Bolsa Família deve ter consciência que as crianças menores de 7 anos têm de se pesar a cada semestre na UBS e, sem isso, a assistência é cancelada.

A consequência é a mesma caso um dos moradores da casa mude a sua faixa de renda e oculte isso.

Para você ter informações extras sobre a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Social do DF:

  • Clique aqui;
  • Pouse o mouse sobre “Assistência Social”;
  • Clique em “Cadastro Único”;
  • Se preferir, clique na opção “CRAS”.
Gostou das informações? Deixe a sua avaliação!

Deixe um comentário