Como funciona o programa Escola da Família

Conheça as regras do programa Escola da Família e saiba como fazer a inscrição


Quem mora no Estado de São Paulo, com certeza, já encontrou alguma escola pública aberta durante o final de semana.

Se essas pessoas entrarem nas escolas, verão gente praticando esporte, fazendo atividades artísticas, tendo aulas de reforço e participando de muito mais coisas gratuitas.

Tudo isso existe por causa do programa Escola da Família do Governo de SP, e o seu funcionamento será explicado neste texto.

Como funciona o programa Escola da Família


Qual é a função do programa Escola da Família SP?

O programa Escola da Família foi desenvolvido com o intuito de dar opções de entretenimento e aprendizagem gratuitos às crianças e aos jovens que moram no Estado de São Paulo, bem como às suas famílias.

Tanto os alunos de cada escola quanto outras pessoas da comunidade podem participar das diversas atividades sempre que quiserem.

Com esse programa do governo, os profissionais que querem ensinar um esporte, uma atividade artística e outras coisas ganham uma oportunidade, e podem inserir a experiência em seu currículo na forma de atividades complementares.


Editais do programa Escola da Família

O programa Escola da Família lança editais no site das diretorias de ensino e da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

Normalmente, os editais publicados na Diretoria de Ensino são para profissionais como coordenadores e diretores: é com eles que a comunidade atendida pelo programa recebe informações, faz reclamações e tira dúvidas.

Já os editais do FDE costumam ser para selecionar estudantes que desejem desenvolver atividades na Escola da Família aos finais de semana.

Com o nome de Bolsa Universidade, essa opção pode apresentar um edital ou mais durante o ano, dependendo de quantos universitários estejam disponíveis para a comunidade.


O Programa Escola da Família oferece salário?

O programa Escola da Família tem a maior parte dos seus participantes como voluntários.

Apesar de os estudantes não receberem nada para desenvolver as atividades nas escolas, eles são beneficiados porque conseguem completar as suas horas de atividade complementar mais facilmente, fator que deixa muitos universitários aflitos.

Os estudantes que se tornam instrutores voluntários do Escola da Família SP podem receber bolsas de estudos, dependendo do lugar onde estudam.

Isso porque esse programa do Governo de São Paulo tem parceria com algumas instituições de ensino superior e, se for o caso, esses estudantes passam a fazer o curso gratuitamente.

As mensalidades do curso universitário ficam divididas assim: metade fica sob responsabilidade do governo paulista e a outra metade e paga pela própria faculdade ou universidade.

Dessa forma, os instrutores do Escola da Família de SP não têm salário, mas podem estudar de graça.


Inscrições para o programa Escola da Família

Para fazer parte do programa Escola da Família, é preciso acompanhar o site da FDE, que é onde as inscrições para o Bolsa Universidade são recebidas.

Clicando aqui, o universitário poderá ler a íntegra da legislação do programa e, na seção “Fale Conosco”, ele pode fazer perguntas ao governo paulista sobre as etapas de seleção e outros assuntos.

Já na aba “Inscrição Bolsa Universidade”, o universitário interessado no programa Escola da Família descobre se há inscrições disponíveis ou quando elas poderão ser feitas.

Para as pessoas que não são estudantes e querem participar do Escola da Família como coordenadoras ou diretoras, será preciso acessar o site da Diretoria de Ensino de cada Estado.

Vale dizer que cada um desses sites é organizado de modo diferente, mas deve-se procurar pela aba Escola da Família ou Editais, rolando por todos eles até surgir o edital de interesse.


Materiais do programa Escola da Família

Os estagiários que fazem parte do programa Escola da Família recebem os materiais do próprio governo.

Sendo assim, quem é estudante de Educação Física, por exemplo, pode usar as redes, colchonetes, bolas, etc.

Por outro lado, se esse instrutor desejar, pode levar outros materiais para a sua atividade na Escola da Família, cabendo salientar que a responsabilidade por eles será sua.

Por isso, é recomendado etiquetar cada um desses objetos e ter um inventário de todos eles.

Na verdade, esse é um esquema quase idêntico ao que ocorre com os professores regulares: eles podem desfrutar dos materiais oferecidos pelas aulas e usar materiais próprios em suas aulas.

Materiais do programa Escola da Família


Telefone do Programa Escola da Família

Os estudantes têm várias dúvidas sobre o programa Escola da Família, tais como se há renovação do estágio ou quais cursos superiores podem participar.

Essas e outras questões podem ser enviadas para o [email protected].

A FDE também esclarece as dúvidas no 0800 777 0333 e no portal:

  • Clique aqui;
  • Clique em “Regulamento”;
  • Selecione “Regulamento Bolsa Universidade”.

Deixe um comentário