Categoria: Desbloquear Bolsa Família

4 motivos que podem bloquear o cadastro do Bolsa Família

Muitas beneficiárias têm o Bolsa Família bloqueado, mas não sabem o que o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) considerou para tomar essa decisão. Para ajudar a entender como funciona esse processo, vamos apresentar os 4 motivos principais que podem levar ao bloqueio o cadastro.

Mas antes de apresentarmos a lista, fica também uma recomendação: caso esteja com o nome bloqueado no programa, vá até uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) no seu município. Procure verificar a razão do bloqueio e busque orientações para desbloquear o cadastro.

E conforme prometemos, fique agora com a relação das causas que podem bloquear o Bolsa Família.

1. Cadastro desatualizado

Todas as famílias cadastradas no Bolsa Família devem atualizar as informações cadastrais a cada dois anos. Embora muitas pessoas não saibam, este procedimento é obrigatório. Se a beneficiária mantiver o cadastro desatualizado após o prazo, ele pode ser bloqueado a qualquer momento.

Para fazer a atualização, a Responsável Familiar deve ir à unidade do CRAS do município e informar qualquer mudança que ocorreu na família durante o os últimos dois anos. Isso inclui dados como alteração de endereço, aumento ou redução da renda dos familiares, novos membros na família, divórcio, nascimentos, falecimentos, entre outros.

O momento certo de atualizar o cadastro é informado no extrato de pagamento. Portanto, procure ficar sempre atenta aos avisos.

2. Informações erradas no cadastro

A segunda causa de bloqueio do Bolsa Família também tem relação com os dados cadastrais. Isso quer dizer que o cadastro pode ser bloqueado se as informações registradas no CadÚnico estiverem diferentes da situação real da família.… Clique aqui para ler o post completo

Por que o meu Bolsa Família foi bloqueado?

Você teve o Bolsa Família bloqueado e não sabe por quê? Então acompanhe este texto até o final, pois vamos explicar com detalhes 12 motivos que podem levar ao bloqueio do benefício. Além disso, você também vai descobrir o que precisa fazer para desbloquear os pagamentos e voltar a receber as parcelas a que tem direito.

10 motivos para bloquear o benefício

Nos últimos meses, milhares de pessoas cadastradas no Bolsa Família tiverem os benefícios bloqueados ou cancelados. A partir de agora, você vai poder conferir as principais razões para o pagamento deixar de ser feito.

bolsa-familia-bloqueado

1. Quando a família não faz a atualização cadastral

Essa é uma das principais razões que levam ao bloqueio dos benefícios. Todos os anos os beneficiários devem fazer a atualização cadastral solicitada pelo município. Se você ficar até três anos sem atualizar, o seu cadastro pode ser bloqueado a qualquer momento.

2. Quando a família tem mais renda do que o necessário para se manter no programa

Milhares de famílias cadastradas no Bolsa Família conseguem melhorar a condição de vida ao longo dos anos, inclusive com os membros conquistando novos empregos. Em alguns casos, a renda desse trabalhador ultrapassa o limite estabelecido pelo programa, que é de R$ 154 por pessoa. Quando isso acontece, o benefício deixa de ser pago porque a família ficou fora do perfil indicado para receber os pagamentos.

3. Quando a família não informa uma mudança de endereço

Este motivo também está relacionado à atualização cadastral. Se a família mudar de endereço, é necessário comparecer ao CRAS para informar a alteração.… Clique aqui para ler o post completo

Como desbloquear os pagamentos do Bolsa Família

Nas últimas semanas, temos recebido diversas mensagens de pessoas relatando que tiveram o benefício do Bolsa Família bloqueado. Isso pode ter acontecido pelos motivos a seguir:

  • Se a família não fez a atualização do cadastro solicitada pelo município.
  • Se o gestor do Bolsa Família no município identificou alguma irregularidade e precisa fazer uma investigação no perfil da família.
  • Se a família não é localizada no endereço informado no Cadastro Único.

O que fazer para não bloquear

Para não ter os pagamentos bloqueados, você deve manter o cadastro atualizado com as informações corretas. É muito importante fazer o recadastramento da sua família sempre que o município pedir. Isso acontece a cada dois anos.

Além disso, você deve informar ao gestor do Bolsa Família da sua cidade qualquer alteração no que se refere a nascimento, óbito, casamento, divórcio emprego novo ou alteração de escola dos filhos.

Como desbloquear

1. Compareça ao local de atendimento

Para iniciar o processo de desbloqueio, o Responsável Familiar (RF) deve se dirigir ao local de atendimento do Bolsa Família na região. Pode ser no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), ou na prefeitura do município. Se você não souber onde ir, compareça ao mesmo local onde você fez o cadastro da sua família.

2. Apresente o recurso

Você deve falar com o gestor do Bolsa Família para saber por que os pagamentos foram bloqueados. Se achar que o bloqueio não foi justo, então você pode apresentar um recurso pedindo para desbloquear os benefícios. Neste recurso, você escreve por que considerou o bloqueio injusto e solicita o desbloqueio dos pagamentos.… Clique aqui para ler o post completo

Bolsa Família 2016 bloqueado? Veja o que fazer

Nos últimos tempos, temos recebido dezenas de mensagens de pessoas relatando que tiveram o benefício do Bolsa Família bloqueado. Se você se encontra nessa situação, pedimos que você leia esse texto até o final.

A partir de agora nós vamos explicar tudo o que você precisa sabar para você regularizar o seu cadastro e voltar a receber as parcelas que a sua família tem direito. Acompanhe as informações com muita atenção e confira os procedimentos para desbloquear o Bolsa Família.

Como desbloquear o Bolsa Família

bolsa-familia-bloqueado

Para desbloquear o Bolsa Família, o Responsável Familiar (RF) deve comparecer ao setor responsável pelo programa na sua cidade. Esse primeiro passo é muito importante. Se você não fizer isso, não há como o gestor fazer nada para tentar liberar os benefícios. Veja os possíveis locais:

  • CRAS (Centro de Referência da Assistência Social)
  • Prefeitura da cidade
  • Central do Bolsa Família (se houver na cidade)

Se você não tiver certeza sobre o lugar, vá ao mesmo local em que você fez o cadastro no Bolsa Família.

Chegando lá, você deve conversar com o gestor do Bolsa Família para saber por que os benefícios deixaram de ser pagos. Em seguida, você precisa entregar uma carta explicando por que considerou o bloqueio injusto. Nesta carta é recomendável explicar a situação da sua família com detalhes.

Explique o que todas as pessoas fazem, como trabalho, situação escolar, acompanhamento de vacinação e monitoramento de saúde das mulheres. Coloque também se houve alguma mudança de endereço ou se há gestante na família.… Clique aqui para ler o post completo