Categoria: Valor Bolsa Família

Valor Bolsa Família 2019

Confira neste texto todas as informações atualizadas sobre o valor Bolsa Família 2019; saiba também quem tem direito a receber o benefício


O que é o Bolsa Família?

O Bolsa Família é, seguramente, o programa de benefício social com mais pessoas inscritas. Na realidade, ele é um programa-base, já que a maioria dos que são beneficiados por outros primeiro se cadastram no Bolsa Família.

As pessoas beneficiadas recebem determinada quantia mensal de acordo com a sua situação familiar e com a renda per capita. Normalmente, as famílias são retiradas do programa no caso de a sua renda aumentar: há bolsas de estudos concedidas pelo Governo, por exemplo, para ajudar na perspectiva financeira.

Quase 14.000.000 de núcleos familiares já foram ajudados e, mensalmente, novas famílias são incluídas. O Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e a Caixa Econômica Federal são os órgãos públicos que cooperam com o Governo Federal para que a renda seja distribuída.

Valor Bolsa Família 2019


Quem tem direito a receber o Bolsa Família?

No geral, esse programa é para as pessoas questão em condição de extrema pobreza ou de pobreza, significando que elas precisam ter renda per capita de até R$ 178,00. Sendo assim, as famílias que querem saber se podem solicitar esse benefício têm de somar toda a renda e dividir pela quantidade de indivíduos da residência: se for maior que R$ 178,00, não há direito.

Também só podem requisitar o Bolsa Família aqueles que estão no Cadastro Único, ressaltando-se que seus dados familiares precisam estar atualizados. Na eventualidade de essa atualização ser de mais de 24 anos, o benefício não pode ser pedido.… Clique aqui para ler o post completo

Valores do Bolsa Família atualizados com aumento 2018

O aumento do Bolsa Família foi confirmado e publicado em decreto. A partir de agora, você vai poder consultar os novos valores atualizados de todos os benefícios.

Após meses de negociações com a equipe econômica do governo, que chegou até a considerar a criação de um Vale-gás, o presidente Michel Temer anunciou o aumento 2018 do Bolsa Família no pronunciamento oficial do Dia do Trabalhador, em 30 de maio.

No vídeo abaixo, você pode acompanhar as palavras de Temer confirmando o acréscimo nos pagamentos do programa de complementa de renda.

Após ser sancionado pelo presidente, o reajuste do Bolsa Família foi publicado em decreto no Diário Oficial da União em 1º de junho.

O documento confirma que os pagamentos com o aumento serão feitos somente a partir de 1º de julho.

Portanto, os benefícios correspondentes a junho ainda serão pagos com o valor antigo.


Aumento Bolsa Família 2018

Sem apresentar um reajuste desde 2016, o Bolsa Família contou com um aumento acima da inflação para 2018.

O índice estabelecido pelo governo para incrementar os benefícios foi de 5,67%, enquanto a inflação de julho de 2016 a março de 2018 ficou em 4,01%.

Convertendo em valores, isso quer dizer que o pagamento médio destinado às famílias beneficiárias passará de R$ 177,71 para R$ 187,79.

Mas atenção: o pagamento médio não significa que todos os lares receberão a quantia de R$ 187,79.

Quando falamos em “média de pagamento”, significa o orçamento total do programa dividido entre todas as famílias cadastradas.

Há famílias que recebem mais do que isso, enquanto existem outras que recebem menos.… Clique aqui para ler o post completo

Por que o valor do meu Bolsa Família diminuiu?

Confira os principais motivos que podem fazer o valor do Bolsa Família diminuir

No final de maio de 2018, o governo federal confirmou o aumento no pagamento do Bolsa Família 2018. O valor com o reajuste começou a ser disponibilizado para todos os beneficiários a partir do mês de julho.

Embora o acréscimo tenha sido repassado, é comum que algumas famílias possam ter sofrido corte nos benefícios que recebiam.

Se você se encontra nesta situação, acompanhe as explicações e entenda por que o valor do seu Bolsa Família diminui.


Motivos da redução do benefício

bolsa-familia-diminuiu

É preciso deixar claro que pode haver diferentes motivos para acontecer cortes nos benefícios do Bolsa Família. De uma forma geral, esses são os pontos principais:

1. Aumento da renda da família

Quando uma ou mais pessoas conquistam um novo emprego, naturalmente a renda total da família passa a ser maior. Dessa forma, o benefício é reajustado pelo sistema do programa para se encaixar corretamente no perfil da família.

2. Mudança na composição da família

Também pode haver cortes quando acontece uma mudança na composição da família. Por exemplo: se um filho ou filha se casou e deixou de ser dependente dos pais, é possível ocorrer uma redução no valor a ser pago.

3. Mudança no perfil dos familiares

Uma das categorias de pagamento disponibilizadas pelo programa é o Benefício Variável Jovem (BVJ). Este benefício é válido para as famílias que tenham jovens entre 16 e 17 anos matriculados na escola. Cada família pode receber até dois BVJ.… Clique aqui para ler o post completo

Tabela de valores do aumento do Bolsa Família 2016

Após muita expectativa por parte dos beneficiários, a presidente Dilma Rousseff anunciou o aumento médio de 9% nos pagamentos do Bolsa Família para 2016. Isso significa que o valor médio do repasse destinado às famílias subiu para R$ 176. A nova tabela vale para todos os tipos de benefícios: Variável de 0 a 15 anos, Variável à Gestante, Variável Nutriz, Variável Jovem e Superação da Extrema Pobreza. Os pagamentos atualizados começam a valer a partir de 1º de junho de 2016. Veja como ficou a tabela:

aumento-bolsa-familia-2016

Benefício variável de 0 a 15 anos

Valor antigo: R$ 35

Valor novo: R$ 38

Quem pode receber: famílias que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 15 anos.

Máximo de benefícios por família: 5, totalizando R$ 190.

Benefício variável à gestante

Valor antigo: R$ 35

Valor novo: R$ 38

Quem pode receber: famílias que tenham gestantes. Se a gestação for identificada até o nono mês, é possível receber até nove parcelas consecutivas do benefício.

Máximo de benefícios por família: 5, totalizando R$ 190.

Benefício variável nutriz

Valor antigo: R$ 35

Valor novo: R$ 38

Quem pode receber: famílias com crianças entre 0 e 6 meses. Se a criança for incluída no Cadastro Único até o sexto mês de vida, é possível receber até seis parcelas consecutivas do benefício.

Máximo de benefícios por família: 5, totalizando R$ 190.

Benefício varíavel jovem

Valor antigo: De R$ 42

Valor novo: R$ 45

Quem pode receber: famílias com adolescentes entre 16 e 17 anos.

Máximo de benefícios por família: 2, totalizando R$ 90.… Clique aqui para ler o post completo

Valores do Bolsa Família

Se você está procurando os valores do Bolsa Família, então acompanhe as informações que vamos passar a seguir e esclareça todas as suas dúvidas sobre os pagamentos do programa de complemento de renda do governo brasileiro.

Vale lembrar que o benefício varia de acordo com a composição familiar e a renda total mensal da família.

Ou seja, famílias que possuem crianças podem receber um valor diferente de famílias que possuem adolescentes, ou de uma família que tenha uma gestante.

Consulte a tabela completa e veja quanto você pode receber do Bolsa Família.


Benefícios do Bolsa Família

valor-bolsa-familia

Benefício básico

  • Valor: R$ 89

Quem pode receber: famílias em situação de extrema pobreza, independentemente do número de pessoas.

Limite de valor por família: R$ 205


Benefício Variável de 0 a 15 anos

  • Valor: R$ 41,00

Quem pode receber: famílias que tenham crianças e adolescentes de 0 a 15 anos.

Limite de valor por família: 5 benefícios, totalizando R$ 205.


Benefício Variável à Gestante

  • Valor: R$ 41,00

Quem pode receber: famílias que tenham gestantes. Se a gestação for identificada até o nono mês, o Bolsa Família pode pagar até nove parcelas consecutivas a contar da data inicial do benefício.

Limite de valor por família: 5 benefícios, totalizando R$ 205.


Benefício Variável Nutriz

  • Valor: R$ 41,00

Quem pode receber: famílias que tenham crianças com idade entre 0 e 6 meses. Se a criança for identificada no Cadastro Único até o sexto mês de vida, o Bolsa Família pode pagar até seis parcelas mensais consecutivas a contar da data inicial do benefício.… Clique aqui para ler o post completo