Categoria: Programas Sociais

Como fazer cadastro no Programa Progredir

Entenda como funcionam as regras e veja o que é necessário para fazer o cadastro no Programa Progredir

O meio mais eficiente para que a população mais vulnerável melhore a sua condição é a independência profissional, combinada om a qualificação necessária.

Para que as pessoas assistidas pelo Bolsa Família tenham esse tipo de oportunidade, foi desenvolvido o Programa Progredir, que uma boa parte dos brasileiros ainda não conhece.

Descubra como fazer cadastro no Programa Progredir e todos os detalhes sobre seu funcionamento.

Como fazer cadastro no Programa Progredir


Por que é importante fazer cadastro no Programa Progredir?

O cadastro no Programa Progredir visa conceder aos cidadãos mais vulneráveis a possibilidade de começar uma carreira profissional sólida.

Para isso, o programa tem três tipos de atendimento: para estudar e se qualificar, para quem já possui qualificação e está procurando por emprego e para quem deseja empreender.

Esse programa é complementar ao Bolsa Família, e vale explicar que este último não tem como intuito pagar assistência em dinheiro para a população por longos anos.

De fato, o Ministério do Desenvolvimento Social utiliza o Bolsa Família como meio para que as pessoas ajudadas possam reestruturar a sua vida, o que, seguramente, envolve desenvolvimento profissional.


Quem tem direito a fazer cadastro no Programa Progredir

O cadastro no Programa Progredir é permitido a todas as pessoas que recebem Bolsa Família, o que significa que elas estão inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais.

Depois da aprovação do pedido de Bolsa Família por parte do Ministério do Desenvolvimento Social, deve-se respeitar o que segue:

  • Submeter as crianças de até 7 anos à pesagem do SUS todo semestre;
  • Comunicar ao governo federal quando a quantidade de membros da família mudar;
  • Manter as crianças e jovens com a carteira de vacinação atualizada;
  • Comunicar ao governo federal quando o salário per capita mudar;
  • As grávidas devem fazer o pré-natal no SUS;
  • Comunicar ao governo federal todas as mudanças e endereço;
  • Crianças e jovens precisam ter alta frequência na escola

Como fazer cadastro no Bolsa Família

Para ter direito ao Programa Progredir, será necessário fazer o pedido de Bolsa Família no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).… Clique aqui para ler o post completo

Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF

Veja como funciona o processo para dar agendar Cadastro Único no Sedes DF

O Cadastro Único é um meio usado pelo governo federal, notoriamente pelo Ministério do Desenvolvimento Social, para ter controle sobre as pessoas com frágil situação financeira e que recebem assistência.

Por meio desse cadastro, os governantes do país conseguem contabilizar quantos brasileiros, mais ou menos, estão em situação precária e também fornecer a eles outros benefícios para alavancar todas as áreas da sua vida.

Com o Cadastro Único, por exemplo, o governo federal comunica às faculdades quem tem necessidade de isenção na taxa de vestibular.

Determinados projetos de moradia também têm como prioridade as pessoas que estão inseridas nesse cadastro.

Veja neste artigo como funciona o agendamento para Cadastro Único pelo SEDES DF.

Como fazer agendamento para Cadastro Único no Sedes DF


Benefícios do Cadastro Único

O agendamento para Cadastro Único na Secretaria Estadual do Desenvolvimento Social (SEDES) do Distrito Federal é o primeiro passo para os cidadãos dessa região terem direito a vários benefícios.

Antes, contudo, é indicado salientar que o CadÚnico está disponível também nas SEDES de outros Estados.

A seguir, fique informado (a) sobre todos os benefícios sociais que poderá pedir se for aprovado no CadÚnico.

Auxílio emergencial financeiro

Destinado a agricultores, o auxílio emergencial financeiro garante respaldo caso haja problemas referentes à seca ou a chuvas excessivas.

Aposentadoria para pessoas de baixa renda

Esse é um benefício financeiro destinado às famílias com dois salários mínimos ou menos, e também aos indivíduos que não possuem renda.

Isenção de taxa em concursos públicos

Permitindo ao cidadão prestar qualquer concurso do país gratuitamente

Descontos de pagamento na conta de luz

Com o Cadastro Único ativo, o cidadão pode ter os descontos da Tarifa Social de Energia Elétrica.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o programa Escola da Família

Conheça as regras do programa Escola da Família e saiba como fazer a inscrição

Quem mora no Estado de São Paulo, com certeza, já encontrou alguma escola pública aberta durante o final de semana.

Se essas pessoas entrarem nas escolas, verão gente praticando esporte, fazendo atividades artísticas, tendo aulas de reforço e participando de muito mais coisas gratuitas.

Tudo isso existe por causa do programa Escola da Família do Governo de SP, e o seu funcionamento será explicado neste texto.

Como funciona o programa Escola da Família


Qual é a função do programa Escola da Família SP?

O programa Escola da Família foi desenvolvido com o intuito de dar opções de entretenimento e aprendizagem gratuitos às crianças e aos jovens que moram no Estado de São Paulo, bem como às suas famílias.

Tanto os alunos de cada escola quanto outras pessoas da comunidade podem participar das diversas atividades sempre que quiserem.

Com esse programa do governo, os profissionais que querem ensinar um esporte, uma atividade artística e outras coisas ganham uma oportunidade, e podem inserir a experiência em seu currículo na forma de atividades complementares.


Editais do programa Escola da Família

O programa Escola da Família lança editais no site das diretorias de ensino e da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE).

Normalmente, os editais publicados na Diretoria de Ensino são para profissionais como coordenadores e diretores: é com eles que a comunidade atendida pelo programa recebe informações, faz reclamações e tira dúvidas.

Já os editais do FDE costumam ser para selecionar estudantes que desejem desenvolver atividades na Escola da Família aos finais de semana.… Clique aqui para ler o post completo

Como funciona o Cartão Material Escolar GDF

Muitas pessoas têm significativa dificuldade na hora de comprar os materiais escolares, ainda que sejam os mais básicos.

Todavia, esses materiais são fundamentais para que as crianças e adolescentes possam aprender devidamente e o Governo do Distrito Federal tem uma forma de ajudar esses cidadãos: é o Cartão Material Escolar.

Veja todos os detalhes sobre esse cartão e que famílias podem recebe-lo.


Para quem o Cartão Material Escolar GDF é liberado?

Esse cartão só é emitido a famílias que colocaram seus filhos na educação pública até 20 de fevereiro, com a obrigatoriedade também de elas serem assistidas pelo Bolsa Família.

Isso quer dizer que a renda per capita máxima será de R$ 178,00, além de esses menores de idade estarem com as suas vacinas em ordem e terem 75% ou mais de frequência escolar.

Como funciona o Cartão Material Escolar GDF


Como funciona o Cartão Material Escolar GDF

Diversos estabelecimentos no Distrito Federal têm parceria com a Secretaria de Educação e, por isso, recebem o pagamento no CME (Cartão Material Escolar).

Existe uma lista pré-definida de coisas que essa família pode comprar, de acordo com a série escolar das suas crianças e jovens.

Todos os usuários do Cartão Material Escolar GDF que estejam no ensino médio podem gastar até R$ 240,00; os estudantes que estiverem no ensino fundamenta têm uma lista maior de materiais e, devido a isso, podem gastar até R$ 320,00.

Escolhendo todos os materiais, basta mostrar o cartão, salientando-se que a bandeira dele é a VISA.

A Secretaria da Educação do Distrito Federal manda para a família beneficiada a senha do cartão, e o tempo máximo para usá-lo é de 45 dias.… Clique aqui para ler o post completo

Quem tem direito ao Cartão Mais Infância

As políticas de assistência social têm grande importância em todos os governos e, no Ceará, existe um programa de transferência de renda específico chamado de Cartão Mais Infância.

Os cidadãos voltaram a recebê-lo em fevereiro de 2019 e dezenas de milhares de famílias já foram ajudadas, enquanto outras ainda têm benefícios a casar.

Aprenda tudo sobre o Cartão Mais Infância Ceará agora.


Quais são os benefícios do Cartão Mais Infância?

O cartão em si permite que as beneficiárias saquem R$ 89,00 todos os meses; entretanto, o Mais Infância é bastante amplo e tem outros tipos de assistência às crianças.

Incluindo a criação de brinquedoteca pública: essa obra foi disponibilizada à população no final de 2018 como parte desse programa social.

Seu objetivo era oferecer um bom ambiente para que as crianças cearenses desenvolvam suas habilidades, inclusive a convivência saudável.

É claro que por causa da difícil condição financeira, muitas dessas crianças não têm brinquedos em casa e a brinquedoteca também funciona como um espaço de lazer.

Pessoas de vários municípios participam do programa Mais Infância Ceará e, por isso, podem receber o cartão.

Sempre que uma cidade ganha novas beneficiárias, o site do Governo do Estado faz uma breve matéria contando-o: os mais recentes foram Jijoca, Crateús e Independência.

Quem tem direito ao Cartão Mais Infância


Como as beneficiárias podem utilizar o Cartão Mais Infância?

O Governo do Estado do Ceará não determina a forma como o benefício deve ser gasto; todavia, é claro que seu uso deve ser para suprir as necessidades das crianças da família, como:

  • Compra de alimentos;
  • Compra de remédios;
  • Compra de material escolar;
  • Compra de sapatos e de roupas

As famílias podem usar o benefício para comprar brinquedos também, já que as crianças precisam desenvolver o lado lúdico.… Clique aqui para ler o post completo