Calendário Bolsa Família 2021

Quem possui direito aos benefícios sociais oferecidos pelo Governo Federal precisa estar sempre atento aos calendários de pagamentos com o objetivo de não perder as datas e acabar ficando sem receber o valor do mês.

Isso não é diferente no caso do Bolsa Família.

Sendo assim, todos os beneficiários desse programa devem conhecer o calendário do Bolsa Família 2021 a fim de sacar o valor no período correto e evitar problemas.

Afinal de contas, caso o saque não aconteça no período estipulado pelo governo em um determinado mês, o valor não acumula no mês seguinte.

Dessa forma, a família realmente deixa de receber uma quantia que ajuda ela a ter uma qualidade de vida melhor.

No decorrer deste conteúdo você irá entender um pouco mais sobre esse benefício, além de ficar por dentro do calendário do Bolsa Família.

Para isso, é só continuar a leitura e ter bastante atenção.


Calendário do Bolsa Família 2021

O calendário Bolsa Família 2021 foi divulgado pelo Governo Federal no início de janeiro. Confira todas as datas atualizadas:

Fonte: Ministério da Cidadania

Como é possível perceber, a data marcada para o saque mensal do benefício varia diretamente conforme o último dígito do número do NIS.

Por isso é fundamental estar sempre atento e, com isso, evitar perder o valor em um determinado mês por não ter conhecimento da data de saque.

O importante mesmo é não deixar de ter acesso a essas datas que são realmente importantes para quem recebe o benefício.


Bolsa Família 2021 quem tem direito

Se a sua família já recebe o benefício, fique sabendo que praticamente nada mudará em 2021.

No entanto, caso pretende começar a receber no próximo ano é necessário ter em mente que assim como acontece com diversos outros benefícios sociais oferecidos pelo governo, é preciso se enquadrar em alguns requisitos para conseguir receber o Bolsa Família 2021.

Apenas aquelas famílias que cumprirem as regras estipuladas pelo programa podem ter acesso a ele. Veja a seguir quais são elas:

  • Ter uma renda mensal familiar de até R$ 89 por pessoa – situação de extrema pobreza;
  • Ter uma renda mensal familiar entre R$ 89 e R$ 177 por pessoa – situação de pobreza;
  • Estar inscrito no Cadastro Único, uma plataforma criada pelo Governo Federal com o intuito de reunir as informações sobre os beneficiários;
  • Ter na família crianças e adolescentes de até 17 anos, ou gestantes e mães que amamentam.

Qualquer família que se enquadrar nesses requisitos explicados acima pode se cadastrar no programa, indo até a Prefeitura ou ao órgão responsável por esse setor – para saber exatamente é necessário se informar na sua cidade.


Bolsa Família 2021 cadastro

Normalmente, para se cadastrar no Bolsa Família é necessário ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do seu município e realizar uma inscrição no Cadastro Único.

Feito isso, é fundamental ter alguns documentos em mãos de todos os membros da família que moram na mesma casa:

  • CPF;
  • RG, CNH ou certidão de nascimento;
  • Comprovante de renda (se tiver);
  • Comprovante de residência.

Depois é necessário aguardar, visto que haverá uma avaliação a fim de identificar se a sua família atende aos requisitos do programa e se, portanto, pode ou não começar a receber o benefício.

Além de tudo isso, não se esqueça de que é necessário cumprir algumas regras para continuar recebendo o valor oferecido pelo governo, mesmo se a sua família já recebe o benefício, certo?

A vacinação das crianças em dia e a frequência escolar delas são apenas alguns exemplos.


Bolsa Família 2021 valor

Diferentemente do calendário do Bolsa Família, o governo ainda não divulgou os valores atualizados do benefício referentes ao ano de 2021.

Entretanto, se você está querendo se planejar para o próximo ano e por isso gostaria de ter uma ideia do valor, não precisa se preocupar.

Isso porque é possível ter uma base levando em consideração os valores que oferecidos em 2020.

No entanto, antes de qualquer coisa não se esqueça de que a quantia recebida pelas famílias muda de acordo com algumas características importantes.

Pensando nisso, veja quais valores estão sendo aplicados no programa:

  • R$ 89 – valor liberado para as famílias que possuem uma renda mensal menor do que R$ 85 por pessoa;
  • R$ 48 – valor liberado para jovens com 16 e 17 anos que tenham uma frequência escolar maior que 75%;
  • R$ 41 – valor liberado para cada gestante presente na família, desde que ela cumpra corretamente o calendário de pré-natal estabelecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS);
  • R$ 41 – valor liberado para crianças entre 0 e 15 anos matriculadas na escola, com frequência escolar acima de 85% e com a carteira de vacinação em dia.

Lembrando que cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00.


Bolsa Família 2021 aumento

Bolsa Família 2020 aumento

O Bolsa Família tem um aumento de 18% previsto para 2021, alcançando um orçamento de R$ 34,8 bilhões para ser distribuído ao longo do ano às 14,2 milhões de famílias cadastradas no programa.

O governo trabalha com a proposta de oferecer uma média mensal de R$ 200 aos beneficiários. Esse valor configura um aumento de R$ 8 comparado a média do benefício pago em 2020.

Bolsa Família 2021 benefícios

Além da possibilidade de aumento no valor do Bolsa Família, o governo estuda a inclusão de pagamentos adicionais para quem tem cadastro no programa. Se as medidas forem aprovadas, as famílias também poderão receber os benefícios abaixo:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os alunos com os melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para estudantes que se destacaram em ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que obtiverem os melhores desempenhos em atividades desportivas;
  • Auxílio-creche no valor de R$ 200 para as mães inscritas no Bolsa Família.

Já é cadastrado no programa? Então qual é o número do seu NIS? Já fique atento a isso antes do calendário do Bolsa Família 2020 ser liberado.

Caso ainda não seja, comece a correr atrás de toda a documentação o quanto antes e já inicie o próximo ano recebendo um valor a mais a fim de melhorar a qualidade de vida de toda a sua família.

Deixe um comentário