Quem tem direito a receber o Brasil Carinhoso

O programa Brasil Carinhoso é uma iniciativa do Governo Federal que tem como principal objetivo auxiliar famílias brasileiras em condição de extrema pobreza que possuem crianças de até 0 a 6 anos. Os recursos são repassados através do cadastro do Bolsa Família.

Além disso, o Brasil Carinhoso também atua para garantir mais vagas em creches em todos os municípios do país, além do Distrito Federal, para crianças entre 0 a 48 meses.

A ajuda financeira é disponibilizada às instituições de ensino após o governo receber os dados do Censo Escolar relacionados à primeira infância. Depois de analisar as informações, os recursos são transferidos automaticamente para as instituições.

Quem pode receber

brasil-carinhoso-cadastrar

As famílias brasileiras que apresentam renda inferior a R$ 70 por pessoa têm direito ao benefício do Brasil Carinhoso. Para saber se você pode receber o recurso, é necessário somar os recebimentos mensais de toda a família e dividir pelo número de pessoas.

Como fazer o cálculo

Por exemplo: se uma família de 4 integrantes possui renda mensal total de R$ 400, isso quer dizer que a renda por pessoa é de R$ 100. Portanto, essa família não teria direito a receber o Brasil Carinhoso.

Por outro lado, se uma família de 6 pessoas possui renda mensal total de R$ 400, isso quer dizer que a renda por pessoa é de R$ 66,66. Portanto, essa família teria direito a receber o Brasil Carinhoso.

Valores do Programa Brasil Carinhoso

O valor repassado pelo Brasil Carinhoso varia de acordo com a renda mensal de cada família, porém, o programa trabalha com um benefício-base de R$ 32. A quantia exata é determinada a partir da análise das características da família.

Quando é aprovada, a parcela do Brasil Carinhoso é adicionada ao recurso pago pelo Bolsa Família. Dessa forma, os beneficiários podem receber os dois pagamentos na mesma data. No extrato é possível consultar os valores de cada programa.

Como receber o benefício

O benefício do Brasil Carinhoso é pago junto com o Bolsa Família, e pode ser sacado com o mesmo cartão. Para saber quando você pode receber, basta consultar o calendário do Bolsa Família e conferir com o número do NIS (Número de Identificação Social).

Veja os locais em que você pode receber o Bolsa Família com o adicional do Brasil Carinhoso.

  • Casas lotéricas.
  • Agências da Caixa Econômica Federal.
  • Caixas eletrônicos da Caixa.
  • Unidades do Caixa Aqui.

Cadastro no programa Brasil Carinhoso

Para participar do Brasil Carinhoso, primeiramente a família precisa se cadastrar no Cadastro Único. Contudo, os critérios para participar do programa são os mesmos utilizados pelo Bolsa Família.

A principal diferença é que não existe um cadastro específico para entrar no Brasil Carinhoso. Quando a família se inscreve no CadÚnico, o próprio sistema identifica se ela cumpre os requisitos necessários para entrar no programa.

Caso a família seja aprovada, ela receberá um aviso no extrato do Bolsa Família indicando o valor disponibilizado pelo Brasil Carinhoso.

Documentos para se cadastrar no CadÚnico

Para fazer  a inscrição no CadÚnico, o responsável familiar (de preferência, uma mulher) deve ter pelo menos 16 anos, fazer parte da família e morar na mesma casa. Ela deve apresentar o CPF ou o Título de Eleitor. Já para os outros membros, é preciso levar pelo menos um dos documentos a seguir:

  • Certidão de Nascimento
  • Carteira de Identidade (RG)
  • CPF
  • Certidão de Casamento
  • Carteira de Trabalho
  • Título de Eleitor
  • Certidão Administrativa de Nascimento Indígena-RANI (somente para famílias indígenas)

O comprovante de endereço não é obrigatório, mas é recomendável levar para facilitar o cadastro do endereço.

Vale lembrar que essas informações precisam ser sempre atualizadas para garantir que o benefício seja pago de maneira correta e sem interrupções.

Brasil Carinhoso para creches

Além de auxiliar na composição da renda familiar, o programa Brasil Carinhoso também beneficia creches públicas, ou que tenham convênio com o governo, que recebam crianças de famílias beneficiárias do Bolsa Família.

O valor recebido pelas creches deve garantir não apenas o acesso a um sistema educativo de qualidade, como também a permanência das crianças na educação infantil. Para ter acesso às vagas, as crianças devem estar na primeira infância, ou seja, ter entre 0 a 48 meses.

O recurso do Brasil Carinhoso deve ser totalmente empregado no desenvolvimento da educação infantil. As ações propostas pelo programa incluem:

  • Criação de mais vagas nas creches.
  • Atividades voltadas à segurança alimentar e nutricional.
  • Acompanhamento integral do desenvolvimento da criança.
  • Disponibilidade de medicamentos e vitaminas essenciais para o desenvolvimento da criança.
  • Cobertura de despesas de manutenção das instalações.

Você acabou de conferir as informações sobre o programa Brasil Carinhoso. Se elas foram úteis para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir”. E caso você tenha alguma dúvida, escreva a sua pergunta na seção de comentários.

Quem tem direito a receber o Brasil Carinhoso
4 (80%) 7 votos

57 Comments

  1. Telma sales ribeiro 30 de setembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 28 de outubro de 2016
  2. Ana maravilhoso da silva 30 de setembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 8 de novembro de 2016
  3. Maria Izabel cr 30 de setembro de 2016
  4. Telma 30 de setembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 14 de novembro de 2016
  5. Maria luciana ferreira das neves 30 de setembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 14 de novembro de 2016
  6. Jandiara dos santos 30 de setembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 14 de novembro de 2016
  7. Cristiane de Souza dias 4 de outubro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 2 de dezembro de 2016
  8. Ana Cleide lima 4 de outubro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 23 de novembro de 2016
  9. irlanildia de sousa silva 5 de outubro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 10 de novembro de 2016
  10. andressa 7 de outubro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 23 de novembro de 2016
  11. Daniela ribeiro 7 de dezembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 29 de dezembro de 2016
  12. Cleidiane 9 de dezembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 29 de dezembro de 2016
  13. daniela maria lima dos santos 13 de dezembro de 2016
    • Programa Bolsa da Família 29 de dezembro de 2016
  14. Deuzenice dos santos 7 de fevereiro de 2017
    • Programa Bolsa da Família 17 de março de 2017
  15. LIDIA 15 de maio de 2017
  16. gilberta Gonçalves de Souza 17 de maio de 2017
  17. Angelina 20 de maio de 2017
  18. Paulo Valdevino 24 de maio de 2017
  19. Ediely dulce 14 de junho de 2017
  20. eliene 22 de junho de 2017
  21. danielle 22 de junho de 2017
  22. Liliane Gomes 11 de julho de 2017
  23. Deliana 22 de julho de 2017
  24. Eliane Souza 25 de julho de 2017
  25. Rafaelly Almeida 28 de julho de 2017
  26. lenne gama 7 de agosto de 2017
  27. Gleice Silva da costa 11 de agosto de 2017
  28. Geisa 14 de agosto de 2017
  29. Edelmira costa figueiro 7 de setembro de 2017
  30. Edelmira costa figueiro 7 de setembro de 2017
  31. Marcela Cristiny 9 de setembro de 2017
  32. Maria 26 de outubro de 2017
  33. karoline 6 de novembro de 2017
  34. karoline 6 de novembro de 2017
  35. Janaina 9 de novembro de 2017
  36. Sara 21 de novembro de 2017
  37. Eliane batista das virgens 30 de novembro de 2017
  38. Eliane batista das virgens 30 de novembro de 2017
  39. Bianca 20 de janeiro de 2018
  40. Ana Cristina de Faria 15 de fevereiro de 2018
  41. Vanda aparecida de souza 24 de fevereiro de 2018
  42. Brenda welem 26 de maio de 2018
  43. Carolayne Reis 13 de junho de 2018
  44. Alexsandro Inácio Almeida 20 de julho de 2018

Leave a Reply